Município de Ourém

Fé, História e Natureza
Sábado, 29 Novembro 2014 03:19
INFORMAÇÕES GERAIS

Área Total: 20.7 km
Nº de Lugares: 12 
População Residente Total: 7.217
Nº de Edifícios clássicos: 2.151
Ocupação Humana: 18%
Ocupação Florestal: 30%
Ocupação Agrícola: 33%

FONTE: INE (2011) e Município de Ourém


Junta de Freguesia de Nossa Senhora da Piedade
Rua Dr. Agostinho Barroso Goncalves, n.9 - 1 - 2490-499 Ourém
Tel. 249 541 175
Fax 249 541 499
Presidente da Junta: José Vieira
email:  Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar


CARACTERÍSTICAS DA FREGUESIA

Santo Patrono: Nossa Senhora da Piedade
Festas e Romarias: Festa de Nossa Senhora do Bom Despacho (Último Fim-de-semana Julho), Festa de Nossa Senhora da Piedade (1º Fim-de-semana Agosto), Festa dos Pinhões ou Nossa Senhora do Livramento (Fevereiro-Domingo magro), Festas da Cidade (Feriado Municipal 20 de Junho), Festa de Nossa Senhora das Mercês (3º fim de semana de Setembro), Feira de Santa Iria (Última semana de Outubro)
Locais de Interesse Turístico: Igreja Matriz, Fonte do Ribeirinho, Mata Municipal, Edifício dos Paços do Concelho (Séc. XIX), Quintas e casas brasonadas, Núcleo Histórico da antiga Vila Nova de Ourém, Casa do Administrador (Onde estiveram os Pastorinhos), Casa dos Magistrados - Escola de Música e Artes.

 

HISTÓRIA

Nossa Senhora da Piedade é o «coração do concelho»! Esta freguesia integra a cidade-sede onde residem os serviços públicos fundamentais à dinâmica do município.

O topónimo primitivo da actual sede de concelho seria Pedela, depois Castela e posteriormente Aldeia da Cruz, segundo a tradição oral, fruto de uma cruz erguida a mando de D. Nuno Álvares Pereira em memória de seu irmão. Em 1831 era elevada a freguesia com a unificação das Aldeias da Cruz, dos Álamos e Castela, passando a sede de concelho em 1841 por Alvará de D. Maria II, com a alteração do topónimo para Vila Nova de Ourém.

Tamanha elevação ficaria a dever-se ao célere expansionismo do povoado para o qual contribuiu a deslocação das gentes para o sopé do monte por ocasião do terramoto de 1755, que tanto atingira a velha Ourém, ou mesmo o mercado semanal já existente em 1734.

Ainda assim, a freguesia não escaparia ilesa às aterradoras invasões francesas, marcadas pelas tropas do General Morganou (em 1808), do Marechal Beresford em (1809) e de Mecena (na 3ª invasão).

Superados os obstáculos, o progresso ganhava novo fôlego e em 1875 a vila passaria de Julgado a Comarca, motivando o seu preenchimento por edifícios públicos.

O título de cidade em 1991 conferia-lhe um espírito mais cosmopolita e hoje esta sede é regida pelo comércio e serviços cujos postos de trabalho acolhem gentes de todo o concelho. Mas também proporciona equipamentos socioculturais e muito deleite – propomos uma visita ao interior da cidade com olhos postos nos imóveis arquitectónicos oitocentistas a exemplo do Paços do Concelho, Igreja Matriz e edifício do antigo Hospital; para descansar recomenda-se o Jardim Municipal, e para um contacto mais próximo com a natureza sugerimos um passeio pela Mata Municipal, o «pulmão da cidade».

Das restantes localidades que compõem a freguesia reina a ruralidade com suas capelas, associações e tradições populares, mas de forma alguma alheia ao progresso.

 

HERÁLDICA

Brasão - escudo de prata, um escudete de vermelho carre­gado de uma cruz florenciada de prata, vazia do campo, entre uma flor de lis azul em chefe e dois ramos de sobreiro de sua cor em ponta. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco com a legenda a negro, em maiúsculas: «NOSSA SENHORA DA PIEDADE - OURÉM
Bandeira – verde. Cordão e borlas de prata e verde. Haste e lança de ouro;
Selo - nos termos da lei, com a legenda «Junta de Fre­guesia de Nossa Senhora da Piedade – Ourém».

LOCALIZAÇÃO