Município de Ourém

Fé, História e Natureza
Domingo, 01 Fevereiro 2015 07:05
Destaques

 

Bem-vindo ao portal do Município de Ourém

CPCJ alargada aprova relatório de 2014 e plano de ação para 2015

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Ourém, na sua modalidade alargada, aprovou ontem, dia 29 de janeiro, por unanimidade, o relatório de atividades referente ao ano 2014 e o plano de ação para 2015.

Da análise ao relatório de atividades importa salientar o seguinte:

- Processos activos: 115 (dez 2014);

- Média processos activos: 106,92/mês;

- Média processos arquivados: 4,92 processos arquivados/mês, num total de 59;

- Média processos transferidos para o Ministério Público: 1,08/mês

- Média Processos encerrados liminarmente: 1,67 processos//mês

- Freguesias com maior nº de processos: Piedade (34), Fátima (33), Misericórdias (15), Freixianda (7) e Atouguia (6);

- Freguesias com menor número de processos: Ribeira do Fárrio e Seiça (4), Matas (3), Caxarias, Gondemaria e Olival (2), Casal dos Bernardos, Formigais e Urqueira (1), Alburitel, Cercal, Espite e Rio de Couros (0);

- Média etária: 10,4 anos

- Problemáticas associadas à sinalização mais expressivas: negligência (39%), violência doméstica (31%) e exposição a comportamentos desviantes (10%);

- Medida mais frequente: apoio junto dos pais (45%), processos sem medida (37%);

Ourém forma para a intervenção em situações de crise

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

O Município de Ourém, em parceria com a CPCJ e a OurémViva levou a cabo um ciclo de formação sobre intervenção em crise, que teve como principal objetivo preparar uma equipa técnica de intervenção psicossocial, no Município, que esteja devidamente capacitada e organizada para uma resposta adequada neste tipo de situações.

Continuar...

Quer fazer voluntariado?

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Estão abertas inscrições para os interessados em realizar voluntariado no apoio e acompanhamento de crianças com necessidades educativas especiais. As inscrições destinam-se a cidadãos motivados, com interesse e facilidade no relacionamento com crianças com necessidades educativas especiais, capacidade de adaptação a novas situações, atitude persistente e que procurem uma oportunidade para fazer parte de uma experiência enriquecedora.

Continuar...

Pág. 1 de 397